Pelos seu espírito libertário, ciganos sempre povoaram o imaginário global, marcando presença em todas as artes. Soma-se a isso seu visual exótico, o ritmo estalado que é uma mistura das sonoridades que incorporadas por onde passaram, o tempero oriental. E, claro, a sensualidade latente de sua morenice caliente. Sagaz como ela só, a primeríssima-dama do Belmond Copacabana Palace Andrea Natal logo percebeu que esse tema, que ainda não havia sido explorado pelo Baile do Copa, poderia render altas festas. E logo convocou mais uma vez o cenógrafo e carnavalesco Mario Borriello para verter os salões do belo prédio em estilo francês numa tenda digna de Carmens, Esmeraldas, Juans e Josés.

Andrea Natal é ladeada pelos performáticos ciganos no Baile do Copa (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Gipsy Folie: Baile do Copa em versão cigana abriu a folia carioca na noite desse sábado (10/2) (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

(Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Light design em vermelho e âmbar esquentou os salões do Copa (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Borriello não fez por menos: imprimiu baralhos ciganos em diversas escalas, cobriu as paredes com tecido de bolinha vermelho & branco, as colunas de rosas, lascou espelhos, bolas de cristal, distribuiu colossos de cavalos, touros e outros animais que costumam ser encontrados nos acampamentos, dourou o que pode, vermelhou onde deu na telha. O público respondeu à altura, explodindo em babados, lenços, máscaras, badulaques, medalhinhas, saias rodadas e camisas abertas nos peitorais, cabeludos ou não, capazes de fazer ferver o sangue de um Sidney Magal inebriado com sandras rosas madalenas.

Trio folia chique: Mario Borriello, Isis Valverde e Andrea Natal (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Mario Borriello conversou com exclusividade com o ÁS durante a festa. Ele foi direto ao ponto: “O bacana do Baile do Copa é a possibilidade de transformar materiais até populares, “carnavalescos”, em puro luxo. Tapetinhos daqueles que a gente encontra em lojas do Saara viram o fundo de medalhões ciganos e aquelas coroas de plástico que a turma usa para finalizar fantasias de bloco, esticadas, viram componentes das molduras. A arquitetura do Copa é elemento fundamental que ajuda a criar a percepção do luxo na decoração temática! Isso tudo, aliado ao efeito lúdico, é sensacional”.

Mario Borriello celebra entre as morenas o sucesso do Gispy Folie (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Noivas-palhaças comandadas por Roberto Lima, com carreira construída no Theatro Municipal e na direção da Escola de Teatro Martins Pena, abrilhantaram a folia chique e homenagearam o amigo Carlo Mascheroni, que durante anos cuidou do visual dos performáticos no Baile do Copa (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Entre as novidades, o balacobaco do Cordão do Bola Preta e, para incrementar a gastronomia premium do chef executivo David Mansaud, uma ilha que fazia churrasco cigano, comandada pela JM Parrilla, de Barretos, que produz grelhas de alta qualidade, responsáveis por deixar os vips lambendo os beiços com picanhas, cordeiros e patos assados e depois grelhados como se faz no sul. Precisa dizer mais?

Para completar, despiram Isis Valverde do seu modelito de sereia global (aliás, a fantasia com cauda que é um hit nos blocos desse ano) para incorporar uma esmeralda de fazer gosto, digna de ser a Rainha do Baile. A moça, que teve beleza assinada por Ton Reis, caprichou no look de Jean Paul Gaultier para Rosa Chá, aditivou os sete veus com 50 mil em joias, fez o dever de casa direitinho.

Isis Valverde e Andrea Natal (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Deu no que deu: subiu no palco com o gingado perfeito para seduzir, batucou no pandeiro, rodopiou como uma verdadeira Carmen de Bizet, performou na perfeição para receber das mãos de Andrea a faixa de soberana do Gipsy Folie. E o mais importante: mostrou que mesmo pequenininha é páreo para Andrea, um mulherão que além de chique, é alta, vistosa, poderosa e usa cabeças que praticamente duplicam sua centimetragem na vertical.

Moeda no umbigo: pouco importa se é sereia ou cigana. Com pandeiro em riste, Isis Valverde fez ferver o sangue cigano de todos no Gipsy Folie (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Confira abaixo as imagens de quem passou por lá (Fotos de Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação):

Esmeralda é pouco: o sacolejo de Isis Valverde estremeceu Copacabana nessa primeira noite de carnaval!  

No Baile do Copa, Isis Valverde rodopiou no palco do Golden Room provando que é possível envergar a cigana na responsa, sem medo de ser feliz (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Antes, Isis Valverde já tinha dado expediente – e que expediente no look Amir Slama! – no red carpet, enlouquecendo fãs co seu balanço cigano… (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

… posado para fotos de clima ao lado de atores performáticos… (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

… para em seguida pacientemente se entregar a intermináveis sessões de selfies ao lado do público…(Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

… que se aglomerava para ver os famosos que chegavam ao Baile do Copa (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Carmen como manda o figurino: Isis Valverde está em grande forma, com corpaço que nada fica a dever a ciganinhas famosas da literatura e da ópera (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

A atriz performou, divou, rodou a baiana, levantou braços, vaporizou no look diáfano, enfeitiçou! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Pouca gente sabe, mas Isis foi modelo antes de se tornar atriz famosa. Por isso, conhece tudo de câmera e sabe ficar bem na fita. Ela performou, divou, rodou a baiana, levantou braços, vaporizou no look diáfano, enfeitiçou! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação) (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Dentro do baile, Isis Valverde acabou compondo com o namorado André Rezende um dos casais mais bonito do badalo (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Em dada hora, André Rezende lascou um beijo cinematográfico em Isis, com direito a cambré da moça! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Tem mulata no coração! Com carreira intensa, mas mais conhecido do grande público brasileiro por ter feito o coreógrafo do longa-metragem que concedeu o Oscar de ‘Melhor Atriz’ a Natalie Portman, Vincent Cassel causou no Gipsy Folie!    

O astro internacional do Baile do Copa foi, ao lado do shoe designer Christian Louboutin, o ator francês Vincent Cassel, que hoje mora na Cidade Maravilha e mostrou que, após a separação de Monica Bellucci, finalmente encontrou seu cisne negro: Tina Kunakey (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Top models caem na folia. Contudo, sem abrir mão daquilo que todo mundo espera: o carão!  

Fernanda Motta (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Barbara Fialho (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Renata Kuerten (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Mãe e filha na folia: Luiza Brunet e Yasmin Brunet (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Yasmin Brunet circulou no Gipsy Folie com o maridão Evandro Soldati, modelo de sólida carreira internacional (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Os promoters: eles fazem o agito acontecer! 

Mestre-sala e porta-bandeira dos famosos: Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho são os responsáveis pela vip list do Baile do Copa! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

O exuberante Patricia Brandão posa ao lado de Juliana Silveira: “Fui do iceberg ao forno! Cheguei há cinco dias do invernão brabo nos Estados Unidos e agora enfrento esse caloraço do Rio!” (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Cigana faceira: Marcinha Veríssimo driblou a alta temperatura com uma ciganinha sumária: top cropped e pernocas de fora! Tudo no luxo, claro, que a moça está na pista, mas não é boba nem nada! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Carná Cecil B. DeMille: promoter louraça de ótima cepa, Nina Kauffmann apostou no luxão com toque déco. Sua cabeça cigana conversa com o styling de Claudette Colbert no clássicão “Cleópatra” (1934), sob a batuta do diretor. Nina divou no babado! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Ana Maria Tornaghi inaugurou a era dos promoters nos anos 1980/90 (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Os colunistas: eles fazem o Baile acontecer antes, durante e depois através de palavras e seu olhar arguto!   

O queridão Bruno Astuto tieteia a beldade Isis. E haja sorrisão aberto! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

No poá: morena como a cigana Esmeralda, Lu Lacerda apostou em bolinhas coquetes e na cabeça com medalhinhas ao lado de uma turma de arromba – da esquerda para direita, Nicolas Martin Ferreira, a própria Lu, Jean François Laborie, Karina Vasilcovsky e Mario Rebehy (Foto: Paulo de Deus / Divulgação)

Maurice Chevalier do baticundum: Zé Ronaldo Muller revelou o quanto uma boa cartola pode ser ao mesmo tempo elegante e divertida! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Jet-setters: Amaury Junior e Celina Ferreira (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

As atrizes: mais carudas ou animadíssimas, elas dão o toque hollywoodiano ao Baile do Copa!

Ao lado de Marina Montessanti, Mayana Neiva embarca no duo animação + decotão! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Juju Trevisol aproveitou a silhueta privilegiada para silfidizar a ciganinha! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Tarô cigano: Letícia Sabatella fez o dever de casa e incorporou o tema do baile ao pé da letra! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Fabiana Karla fez dobradinha no palco com o Cordão do Bola Preta (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

O escarlate e o negro: Carla Diaz sensualizou no olho preto e  no vermelhão do vestido! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Rubra rosa: Narjara Turetta caprichou no total red look! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Como num baralho gipsy, rapazes de todos os naipes incorporaram o Cigano Igor interior. Confira! 

Pedro Guimarães e Nando Grabowsky sanduícham Andrea Natal (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Roberto Thiry e Wellingon Santiago (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Patrick Döering e Thomaz Azulay (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Claudio Toledo e Alberto Sabino (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Beto Silva e Claudio Cadeco (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Priscila Lhevinson e Emerson Marietto (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Eles usam black-tie!  

Mario Rebehy e Karina Vasilcovsky (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Marcelo Hicho e Paloma Perdigão (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Haroldo Costa e Mary Marinho (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Xamã Fernandes e Maria Moraes (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Rodrigo Coelho e G Junior (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Ricardo Cravo Albim e Sergio Fonta (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Saville Row: Renata Kuerten e seu Beto Senna (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Heckel Verri (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

A animação contagiante de Junior Reis, el hombre por trás de los costumes, e seu smoking marsala: seu nome é Só a Rigor e ele veste quase todo mundo no Baile do Copa e em outros badalos! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

O queridíssimo Franklin Toscano (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Fantasia & black-tie: Gustavo Carvalho e Claudio Gomes (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Jornalismo sixties: ao lado de Bruna Franklin, Gilberto Junior não embarcou no black-tie, preferiu a linha Mastroianni em “La Dolce Vita” (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Cantei, cantei, cantei! Despido do Cauby que vive atualmente no Teatro Carlos Gomes, Diogo Vilela posou, posou, posou! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Carlinhos Vieira (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Que isso, novinho!?! Caio Kalil e Isabela Faria (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Deus salve o gato! o ator da novela global das 19h José Fidalgo (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Exotique! 

Nina Stephens enverga sua cigana bem-nascida ao lado de Narcisa Tamborindeguy e Hassan Kadiri (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Cigana de cinema mudo: Maria Frering lacra! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Trio Bizet: Halina Soares, Claudia Zeraik e Ana Thereza Patrão (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Glenda Kozlowski e Luiz Tepedino (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Esfuziante: deslumbrante, Beth Pinto Guimarães brinca com o ÁS: “Esse colar é over, né, rs?” Você sempre pode, Beth. Amamos!!! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Andrea Natal e sua meninas na beca gipsy! Turquesas marotos suavizam vermelhões! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Leques do mistério: Olga Fedorova e Francesco Irace (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Olga Oakim se entrega ao charme cigano (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Eles arrasam em qualquer tema: Jane Di Castro, Carlos Beauty e Eloina (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Joana Nolasco e sua cabeça linda, fashion, over e criativa! ÁS ama de carterinha! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Carlinhos Vieira entre ciganas marotas! (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Elas adoram o chiquê! 

Luiza Sardinha (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Lene de Victor (à esq.) ao lado de Afonso e Beth Pinto Guimarães (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Renata Martins como produtor de moda queridão Ale Duprat (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Sonia Racy e Cris Pitanguy (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Patricia Davidson Haiat (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)

Celestina Kolton e Guiga Barbieri (Foto: Miguel Sá e Bruno Ryfer / Divulgação)