Boa dica de domingo é o brunch japa do Shiso, no Grand Hyatt Rio de Janeiro, tão bom que é capaz até de fazer o mais obstinado samurai aposentar sua katana para se entregar aos prazeres mundanos dos sabores. Único do gênero na Cidade Maravilha, está disponível de 1230h às 16h no espaço que concilia a arquitetura minimalista urbana com a delicadeza da gastrô oriental, com um significativo detalhe: contrariando o padrão típico dos estabelecimentos de comida japonesa, o chef é uma mulher, o que confere um ar todo especial tanto à casa quanto aos pratos, no visual e no paladar. Com nome que traz as mesmas iniciais da Mulher-Maravilha, Miriam Moryama conseguiu uma façanha equiparável a rebater balas com braceletes: num universo dominado por sushi men, ela se firmou com a obstinação de uma guerreira amazona.

Miriam Moryama: chef de saias às frente do Shiso, no Grand Hyatt Rio de Janeiro, que oferece nababesco brunch japa aos domingos (Foto: Tadeu Brunelli / Divulgação)

“Não foi fácil, mas me dedico muito a conciliar a tradição da gastronomia típica com a inserção de pequenos toques fusion, que garimpei pelas minhas andanças”, conta ela, que já comandou o Matsuri, no Grand Hyatt Santiago. O resultado do esforço é visível: para começar, a aparência dos pratos, dispostos no enorme balcão em “U” da bancada é tão leve quanto um ikebana, arte oriental de decorar com flores, suavizando as linhas contemporâneas da ambientação, quase masculinas, com uma bem-vinda brisa “mulherzinha”.

Toque feminino: visual dos pratos do Shiso revela o apreço de chef mulher, Miriam Moryama (Foto: Tadeu Brunelli / Divulgação)

E os pratos? Ai, os pratos, são pura perdição. Não é à toa que o Shiso foi incluído no Guia Michelin Rio de Janeiro e São Paulo 2017. Entre os frios e os quentes, são destaques as robatas, aqueles espetinhos clássicos. Tenros como manda o figurino, por si já justificam a ida ao Shiso. Tem de carne, frango, camarão, peixe e legumes, vindo no ponto, e já daria para ficar full time só nessas delicinhas.

Robatas são ótimas opções do Sisho, grelhadas às vistas do cliente (Foto: Tadeu Brunelli / Divulgação)

A estação de pratos quentes é variada, incluindo receitas com carnes tão macias quanto  bochecha de recém-nascido, noodles, sopas e arroz gohan de primeiríssima. A variedade de sushis é ótima, e os sashimis certamente estão dentre os mais bem cortados da cidade, com lâminas que praticamente se dissolvem na boca, inclusive as do peixe branco. Para acompanhar, variedade de saladinhas e até tomatinhos descascados, delícia.

Coisa fina: o cuidado feminino de Miriam Moryama, à frente do Shiso, pode ser conferido tanto na delicadeza da apresentação dos pratos quanto na espessura da lâminas dos sashimi, que praticamente se dissolvem na boca (Foto: Tadeu Brunelli / Divulgação)

O local também oferece ostras no bufê, boa sacada. E, por isso mesmo, dentre os drinques preparados na hora numa ilha à parte comandada por um mixologista e a clássica carta de saquês, existe também a possibilidade de escolher um espumante. No dia em que ÁS foi conferir, a harmonização foi feita com o L.A. Jovem Brut Rosé, da vinícola Luiz Argenta. O aroma lembra frutas vermelhas como morangos e framboesas e o sabor equilibra bem doçura e acidez. Perfeitinho para degustar os frutos do mar.

Ostras: a oferta desses frutos do mar no brunch do Shiso amplia a atmosfera de degustação al mare na domingueira da casa (Foto: Tadeu Brunelli / Divulgação)

No final, hora de adoçar a boca, outra boa surpresa: o Shiso foge daquelas típicas (e ralas!) opções da culinária nipônica, apesar de oferecer um manju dos deuses, aquele bolinho de trigo com recheio de anko, o doce de feijão. Dentre a boa variedade de doces, enchem tanto os olhos quanto a boca delicadas tortinhas, como a de limão siciliano, e musses de chocolate com maracujá, predominando uma pâtisserie que parece falar oui, mas termina no arigatô. Miriam Moryama foi esperta e soube turbinar as sobremesas com jeitinho francês, sem perder um quê de asiático.

Travessuras que mesclam Tóquio com Paris: estação de sobremesa do brunch do Shiso foge do lugar comum dos restaurantes japonenses (Foto: Tadeu Brunelli / Divulgação)

Serviço:

Brunch do Shiso

Domingo de 1230h às 16h.

R$ 95 + taxas por pessoa; R$ 145 + taxas com espumante.

Crianças até cinco anos não pagam, de seis a 11 anos pagam 50% do valor e acima dos 12 anos pagam o valor integral.

Endereço: Av. 9600 – Barra (dentro do Grand Hyatt Rio de Janeiro).

Tel: (21) 3797-9523.

Horário de funcionamento da casa:  Terça e Quarta – das 19h às 23h / Quinta a Sábado – das 19h à 0h.

Domingo – 12:30 às 16:00 h / Segunda – fechado.

Capacidade: 65 pessoas.

Cartões de crédito: Visa, Master, American Express, Diners.

Serviço de Valet disponível.

Compra de Vale Presente – http://www.pacoteshyatt.com.br/rio-de-janeiro/vale-presente/brunch-de-domingo-no-Shiso/

Site: http://www.restauranteshiso.com.br/

 

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.