Se o final do carnaval de rua estendido é marcado, no Rio de Janeiro, pela presença do Monobloco no domingo seguinte à quarta-feira de cinzas (14/2), já é tradição carioca o festejo da Sapucaí terminar com o Desfile das Campeãs, que celebra a vitória das seis primeiras colocadas do Grupo Especial. Epicentro do badalo na avenida, o Camarote da Boa ferveu nesta noite de sábado (13/2) concentrando em uma única noite o crème de la crème do star system nacional que, ao invés de estar disperso entre domingo e segunda de folia, nesta ocasião se encontra mais aglutinado que grupo de focas em praia da África do Sul, num daqueles documentários de vida animal que podem ser assistidos na TV a cabo. Mantidas as devidas proporções, é como se fosse uma imensa celebração de Hollywood, mas regada a samba, suor e ouriço. Como não poderia deixar de ser, ÁS foi conferir in loco essa comemoração que flui leve, desprovida da anterior tensão típica da competição entre as agremiações.

Entre a exaltação à vitoriosa Mangueira – que levou o título de 2016 com o enredo Maria Bethania, a menina dos olhos de Oyá“, que homenageava a cantora baiana – e a constatação de que a Portela, que ficou em terceiro lugar, poderia perfeitamente ter ganho este ano em função do exato equilíbrio entre a modernidade do carnavalesco Paulo Barros e sua tradição, os famosos de dividiram. Animadíssimo, Carlinhos de Jesus se disse “enebriado”: “Uma vitória da Mangueira é sempre algo que mexe…”. Thiago Abravanel se revelou impressionado com a qualidade dos desfiles esse ano: “A turma caprichou; tava difícil mesmo escolher alguém”.

Camaraote da BOA campeãs IMG_0189

Camarote da Boa 2016: Carlinhos de Jesus curtiu ver a Mangueira entrar (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs 0800 portugal mafra33-1

Camarote da Boa 2016: Thiago Abravanel achou “o páreo das escolas de samba duro esse ano” (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_P1_2325

Ailton Graça, que veio de destaque no Salgueiro e deu um beijo na moça com quem dividia o carro alegórico, é do tipo que acredita na animação como forma de extravasar: “O bonito do carnaval é essa espontaneidade. E ainda tem a surpresa porque, por mais que a gente até saiba como nossa escola do coração vem, nunca temos a noção de como as outras estarão. Essa é a beleza da coisa!” (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Sim, na hora da escola de Madureira entrar na avenida, houve quem se emocionasse, como a estilista Marta Macedo, da Martu: “A beleza das fantasias sempre inspira meu trabalho de alta costura”, afirmou extasiada. Teve gente que preferiu não falar nada, talvez por falta de palavra. Sim, a emoção reinou nessa hora. E, claro, qualquer semelhança entre o azul & branco da Portela e a cartela cromática do camarote era mera coincidência. Mas que casou como uma luva, ah, casou! E, na ausência da musa do camarote Taís Araújo, Sabrina Sato mais uma vez pontificou sublime, como compete a uma personalidade nata da sua categoria. Confira o melhor da noite no animadíssimo espaço.

Camaraote da BOA campeãs 2016_P1_4618

Incansável, Sabrina se dedicou ao esporte ao qual  investe ininterruptamente, tanto quanto vestir modelitos sumários: tirou selfies, atendeu a todos os pedidos de fotos com sua alegria ímpar,… (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_P1_4621

… posou com o bonitão Lucas Lucco a tiracolo – mostrando que, para cada pedaço do corpo riscado do bonitão ela tinha a mesma centimetragem quadrada equivalente desnuda,… (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_MG_6243

… confraternizou com Ludmilla, que vinha de musa do Salgueiro (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_MG_6258

… e ainda teve tempo de sapecar aquele selinho maroto em Viviane Araújo (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Houve quem preferisse se despedir da folia na base do amor. E na ausência desse, quem procurasse encontrá-lo, desesperadamente até. Na vibe de um selinho, porque não? E rolou também quem se entregasse a intermináveis discussões de relação, como Dudu Azevedo e Bruno Gissoni com seus respectivos pares. C’est la vie. Felizmente, não se tem notícia de choradeira alguma fazendo escorrer a purpurina da pálpebra nossa de cada dia.

Camaraote da BOA campeãs_P1_5393

DR da avenida: Dudu Azevedo transforma a folia em tormento durante pleno carnaval, discutindo a relação. O fotógrafo quase drone faz a festa (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_N2I6215

Enquanto isso, perto dali, Bruno Gissoni se ajoelha diante da amada para trocar aquela ideia sobre o que seria um relacionamento ideal (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_N2I6213

E ainda dá bandeira com aquela carinha de tacho de quem caiu em roubada. Sim, quem disse que carnaval não rende ultimate fight? (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Da onipresente Thayla Ayala –possivelmente a beldade que mais beija na boca edição após edição do camarote, a moçoila é terrível! – ao casal gracinha Paloma Bernardi e Thiago Martins, houve beijo para todos os gostos, em variedade que poderia constar em um catálogo de distribuidor de maçãs do amor. Galvão Bueno, por exemplo, mostrou que o amor não tem idade. Já os inseparáveis Débora Nascimento e José Loreto são do time cujo ósculo é proporcional à quantidade de carne no bife dos lábios. Juliana Didone é do tipo que se arrisca somente num selinho suave. E Monique Alfradique, linda de doer e destaque tanto na televisão quanto na Grande Rio, preferiu fazer a sedutora contida, do tipo que dá risinho, na linha “frissonzinho”. Digníssima. E olha, ela mandou bem no papel. ÁS, que conhece Monique desde quando ela era criança e tem um carinho giga por ela, baba sempre quando vê a criatura toda, toda.

O bonitão Klebber Toledo e Monica Iozzi, celebrados como o novo casal da folia, acabaram, quem diria, separados. Começaram bem, no vuco-vuco no pé do ouvido – com os paparazzi lá do topo dando vazão a sua verve drone e capturando a sedução lá de cima –, mas no final, hum, o garotão… Bom, ele só não ficou de mãos abanando porque se entregou à tapioca. Na ausência da travessura, vai a gostosura mesmo.

Camaraote da BOA campeãs 592A4802

Tudo parecia só carinho. A noite prometia para Klebber Toledo e Monica Iozzi… (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs AN5I5090

Mas, da mesma forma que o resultado na avenida pode ser uma surpresa, a festa pode acabar em empate. Melhor mesmo forrar o estômago com a tapioca (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Mas, no quesito “eu me garanto”, Marcelo Falcão mais uma vez mostrou do que seu borogodó é capaz, do tipo que já levou aos píncaros de Isabeli Fontana à Deborah Secco. No escurinho da pista, tratou de abrir a bocarra para beijar Shantal Abreu, mais conhecida pela turma da moda como a RP da Arezzo. Bom, houve quem maldosamente afirmasse que o moço parecia “Alien, o oitavo passageiro”, com aquela bocarra que abre de dentro da outra bocona. Vem do âmago.

Não há registro, porém, que a moça não tenha gostado. E, levando a expertise de como o líder de O Rappa rapa as louraças-belzebu, tudo indica que o bonde mais uma vez emplaca. Falcão merece um estudo aprofundado de algum renomado estudioso da arte da sedução. Rende tese de doutourado. Deixando de fora qualquer maldade, o rapaz é o Visconde de Valmont da música pop brazuca; um bamba na arte de seduzir…

Camaraote da BOA campeãs IMG_2603-2

Beijo de cinema: se para alguns a solução para fechar a noite é se empanturrar de guloseimas, para o cantor Falcão a única possibilidade no carnaval é se entregar à língua universal da paixão (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Correndo por fora, firmes e fortes, mas sem exagero, a dupla “gente boníssima” Juliano Cazarré e Letícia Cazarré se divertiu sem direito a beijo ostentação, mas na onda do bom comportamento. Se fossem funqueiros, estariam mais para Naldo do que para Mc Guimê. Leticia se queixava do calor: “Tá difícil aguentar o El Niño esse ano. O que?!? Vai pelo menos até 20 de março? Ui, ninguém merece”, suava a moça, quando descobrir que os termômetros senegaleses ainda vão render.

Camaraote da BOA campeãs O casal Leticia e Juliano Cazarre8X7A9554

Casal tattoo: Leticia e Juliano Cazarré se divertem na folia, enquanto aguardam o outono chegar (Foto: Reginaldo Teixeira / Divulgação)

E, se o inverno parece longe, está eleita a cor de cabelos desse altíssimo verão. É o louro quase platinado. Tatá Werneck estava animada com a cor das madeixas: “É nova, estou me sentindo linda”. A modelo Jessica Bronitzki, uma beldade sulista que mora fora do Brasil, mandou na lata: “Clareei horrores, estou amando. Aqui pode até nem render tanto, mas lá em Paris, onde moro, esse platinum dá caldo no trabalho”. E Julianne Trevisol, que tem arrasado em sua volta à Globo em Totalmente Demais“, contou ao ÁS: “Dei duro por esse papel, tive que fazer teste, mas está sendo gratificante. E me sinto muito bem agora loura…”

Mas, óbvio, tinha também a rapaziada que estava de boa somente para se divertir, sem a menor preocupação com a libido. Depois de se decepcionar com a visão do asfalto do topo de um carro alegórico (“Odiei não vir no chão”, ela andou declarando várias vezes essa semana), Susana Vieira incorporou a mãezona e fez chamego nos colegas de elenco de A Regra do Jogo“, Marcos Pigossi e Vanessa Giácomo. Perguntada pelo ÁS sobre uma possível reviravolta, daquelas que caracterizam a obra de João Emanuel Carneiro, já que é muito estranho sua Adis Abeba ser sozinha de dona de praticamente todo o morro sem pertencer à facção, ela desconversou com ares de mistério dignos de Agatha Christie: “Ah, sei não, vai…”

Camaraote da BOA campeãs IMG_1781

Camarote da Boa 2016: tudo azul com os colegas de novela Marcos Pigossi e Susana Vieira (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs 8X7A9271

Beba e Toia no reino da alegria: parece enredo de escola de samba, mas é o encontro de Susana Vieira e Vanessa Giácomo, duas atrizes cuja química em cena é incontestável (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Com direito a guirlanda de flores na cabeça, tipo havaiana – ou seria Lana Del Rey? –, Maitê Proença confraternizou com Miguel Falabella e Cléo Pires, que veio por fora fazer aquele pit stop básicão de quem para na BOA quando está na pista. Eri Johnson, que pode ter tomado um toco da Globo porque chamou atenção de Susana Vieira quando a diva estendeu a presença no estúdio da emissora, também fazia parte dessa gente fina, elegante e sincera que estava ali para deixar aflorar a emoção pelo samba. Mas o danado não demonstrou qualquer dissabor. Bom ator, esse Eri… Na mesma roda, Cissa Guimarães entregava o jogo: “Não tenho mais idade para dois dias de folia não, por isso venho nas Campeãs”.

Camaraote da BOA campeãs DSC_3978

Sob os olhares atentos de Miguel Falabella e Maitê Proença, Cissa Guimarês prova à Cléo Pires que, com ela, é na base do beijo (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_MG_6372

Desfile das Campeãs: Maitê Proença faz aquele chamego em Cléo Pires (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_MG_6479

Amizade e êxtase: Eri Johnson e Maitê Proença homenageiam Benjor e dão aquele abraço (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_MG_6445

E, como o amor está no ar, Cissa dá aquele abração de ursa amiga em Eri (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

E, como o ano de fato começa nesta segunda-feira (15/2), havia quem destinasse sua atenção à realidade. É o caso de Luana Piovani: “Tão cedo não faço teatro. Só TV e cinema. Tenho três mini pit-boys lá em casa para criar e palco não da dindim”, riu. E completou: “Mas olha que no cinema atualmente, só está rolando comédia, hein…”, divagou com sua lucidez clássica. Elogiada quanto à sua ótima forma, ela entregou o jogo: “Não é só o ensaio da Playboy não, ser mãe de três é maromba graúda!”.

Camaraote da BOA campeãs IMG_0420

A dura realidade de uma loura de talento: um ano de muita labuta e três bocas para sustentar é o atual mantra da diva Luana Piovani (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Ao lado do seu André Piva, Carlos Tufvesson comentou sobre a polêmica do Governo do Estado ter demitido 65 dos 85 integrantes do Programa Estadual Rio Sem Homofobia em plena folia: “Não é uma questão política, isso já vem de meses. A esfera estadual está sem dinheiro com gente que não recebe há três ou quatro meses. Essa situação vem se agravando desde quando o Lula tirou os royalties do petróleo do Rio. Se não fosse isso, a gente já tinha protestado. mas não tem grana…”

Na área de shows, só deu Anitta. A moça homenageou o samba ao lado de baluartes de responsa, como Leci Brandão e Diogo Nogueira. E também deu expediente ao lado da Vingadora numa noite quem que ainda rolou show da Banda EVA e até Baile da Favorita. Carol Sampaio, claro, desceu na boquinha da garrafa. Ao lado de quem? Thayla Ayala, óbvio…

Camaraote da BOA campeãs_P1_4877

Anitta através do espelho: retoque básico da estrela antes de animar a plateia no Camarote da BOA (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs_P1_4996

Pancadão encontra o samba: Anitta divide os holofotes com Diogo Nogueira e Leci Brandão no Camarote da BOA (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs AN5I4390

Jamegão: baluarte da avenida e mulher da verde & rosa, a vermelhíssima Leci Brandão se rende ao azul e registra presença no Camarote da BOA (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Camaraote da BOA campeãs 8X7A9486

Show das poderosas: desinibidas, Carol Sampaio e Thayla Ayala mostram que não importa se é preto ou branco, o importante é cair na gandaia com a alma em colorido total (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Em tempo: Correndo por fora, sem dar expediente no palco, mas se divertindo ao lado de sua mulher, Maria Gadú mostrou porque cinema e carnaval podem andar de braços dados: seu penteado “Princesa Leia” deu o que falar!

Camaraote da BOA campeãs IMG_1267

Ao lado de Lua Leça, Maria Gadú revela que a maior fantasia do carnaval pode estar na cabeça de uma foliã inveterada. Ou no penteado… (Foto: Felipe Panfili / Divulgação)

Confira abaixo quem mais passou pelo Camarote da Boa (Fotos: Felipe Panfili / Divulgação):

 

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.