*Por Guilherme Junqueira Foti

Daniela Thomas já participou de um sem número de produções nas quais pintou e bordou nas mais diversas funções: codiretora, cenógrafa, roteirista e dramaturga, tendo feito parcerias de peso com gente graúda como Walter Salles. Mas, somente agora a moça sentou-se sozinha na cadeira de diretora para lançar “Vazante”, que teve seu trailer oficial lançando.

A premiada Daniela Thomas assume pela primeira vez em sua carreira o papel de diretora solo e lança trailer do longa “Vazante” (Foto: Reprodução)

O longa se passa nas pedregosas  serras de Minas Gerais, depois da economia local ter entrado em colapso após o declínio da extração de diamantes na região. O ator português Adriano Carvalho encarna Antonio, patriarca do século 19 que, ao voltar de uma longa viagem conduzindo uma tropa de escravos, descobre que sua mulher morreu em trabalho de parto. Atriz estreante, Luana Nastas dá vida a Beatriz, menina que é dada para casar-se com o viúvo. No decorrer da trama, a personagem fica sozinha com os escravos, criando uma espiral de violência causada pela solidão, isolamento e preconceitos.

Adriano Carvalho entra na pele do protagonista Antonio, patriarca que se descobre viúvo após uma viagem e acaba se casando coma  jovem Beatriz, em “Vazante”, primeiro longa solo Daniela Thomas (Foto: Reprodução)

A atriz estreante Luana Nastas vive Beatriz em “Vazante”, filme de estreia de Daniela Thomas como diretora solo (Foto: Reprodução)

A principal locação foi a fazenda Ribeirão, com sua mansão do século 18, a uma hora de estrada de terra da cidade histórica do Serro, em Minas Gerais.

O ator africano Toumani Kouyaté se encarregou de introduzir a produção à seus conterrâneos da África Subsaariana refugiados em São Paulo, e Rodrigo Siqueira, diretor do documentário “Terra Deu, Terra Come, indicou o caminho de várias comunidades quilombolas na região Diamantina. De lá saíram os atores para compor os personagens do elenco da senzala.

Cena de “Vazante”, filme de Daniela Thomas: longa que abriu a mostra “Panorama no Festival de Internacional de Cinema de Berlim tem deslumbrante fotografia em P&B (Foto: Reprodução)

A equipe técnica é de peso: para compor a fotografia de época, foi chamado Inti Briones, a maquiagem foi feita por Rosemary Paiva e a direção de arte ficou por conta de Valdy Lopes JN, enquanto Cassio Brasil orquestrou a direção de figurino. A sonoplastia ficou a cargo de Vasco Pimentel. Na montagem, Estevan Schilling e Tiago Marinho deram os comandos.

Confira abaixo o trailer oficial de “Vazante”, estreia de Daniela Thomas como diretora (Divulgação):

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.