Nada em Lino Villaventura é gratuito. Suas coleções costumam ser o reflexo da união entre sua efervescência criativa e daquilo que ele sente ao seu redor. A influência do entorno pode vir do momento econômico, da política, de um filme que o impressionou, do saudosismo idealizado dos anos loucos, daquilo que suas antenas captam, do que exerce efeito direto em sua vida. Seu cotidiano não existe separado da sua persona pública.

Chega a ser curioso. Ao mesmo tempo que o designer consegue estabelecer a mística ao redor do seu trabalho, tal qual uma editora de moda assume ares operísticos (sim, Callas perto dele é fichinha!), ele também é muito “gente como a gente”, do tipo que povoa seu instagram com imagens telúricas: o treino diário na academia é exemplo. Coisas do gênero. Todo esse blablablá é para dizer que seus desfiles, embora nunca versem por um tema específico ou tendência (“Tendência? Argh!”, ele diria), sempre têm o que falar. No caso, o tema invariavelmente é Lino, ou pelo menos sobre aquilo que ele pensa (ou sente) acerca do que acontece ao seu redor. Como Dalí ou Warhol, a vida do paraense também consiste na própria obra de arte.

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Dessa vez, na 46ª edição da SPFW,  fica claro que ele está num bom momento, que a vida deve andar generosa. Talvez esteja amando, por que não? O motivo? Bom, a nova coleção está mais colorida que nunca!

Lino quase sempre usa cores. Mas, da maneira como se veste (vive invariavelmente de preto), suas cartelas cromáticas tendem a se compor por gamas fechadas, empretecidas. Bordôs, marinhos, marrons, verdes militares, mostardas. E neutros a dar com o pau. Dessa vez, os pretos e tons fechados, como vinho, até estavam lá. O buraco, porém, é mais embaixo: o predomínio foi de azuis intensos, violetas, vermelhão, amarelo canário, cores que misturadas – sob o efeito hipnótico de uma iluminação azulada – evocavam araras, tucanos, ararinhas azuis. Lino desbundou!

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Sintomático? Óbvio! Se há poucas temporadas, ele cobria as modelos com ataduras, fazia botas que pareciam pernas engessadas – alusão a alguém que enxergava o Brasil imobilizado – ou usava tapa-olhos nas modelos, agora pode ser uma fase de avanço.

Bom, tudo bem, no próximo domingo o país decide nas urnas se repete os vícios dos últimos governos  ou se se entrega a um possível fundamentalismo de retrocesso. “Handmaid’s Tale”, sabe? “A fita branca”, “O ovo da serpente”, entende? As opções não são boas. Mas, quem sabe, pelo próprio “andar da carruagem”, a vida  pode estar sendo boa para Lino e esse é só o ponto de partida para seguir adiante, para lutar contra agruras, para colorir a vida, o armário. Com cautela, porque o mar não está para peixe. Porém, com potencial. Seu atual colorido reativo, luminoso, pode significar isso. Oremos.

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Em entrevista exclusiva ao ÁS, Lino deu a deixa: “Agora, as cores são mais importantes que as texturas”. Isso diz muita coisa. Não que os bordados exuberantes, os amassados nervosos, as nervuras que  parecem veias não estivessem lá. Se não houvesse esse repertório numa coleção de Lino, seria o mesmo que dar de cara com Marilyn Monroe de cabelos pretos ou Carmen Miranda sem turbante. as, agora, a cor é quem grita. Oh, gloria!

LinoVillaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Leo Faria)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Lino Villaventura – SPFW N46 (Foto: Divulgação / Marcelo Soubhia / Fotosite)

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.