Paulista criada em Porto Alegre, ela se fez na capital fluminense. Desde então alimenta paradoxos: transita pelo basfond, mas é casada desde os 1980’s; curte as benesses da sociedade tradicional, mas é aberta ao novo. E se locomove com a desenvoltura de quem sabe receber sem dispensar a vida boêmia, podendo deglutir litros de um bom vinho como se fossem meras borrifadas de água termal. Da Elle Brasil à imagem do Telecine, já fez de tudo, conhece todos e verteu a ponte Rio-Lisboa em seu quartel general, de onde colabora com publicações europeias.

Sobre o autor

admin

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.