A bela alemã Diane Kruger é a bola da vez. Pôs no chinelo estrelas hollywoodianas do primeiro time, como Nicole Kidman, baluartes do cinema europeu tipo Isabelle Huppert e até beldades consideradas potenciais candidatas à Palma de Ouro de ‘Melhor Atriz’, como a russa Vasilina Makovtseva que impressionou no longa Uma mulher gentil“, produção dirigida por Sergei Loznitsa livremente inspirada em um conto de Dostoiévski.

“In the Fade”: última produção do diretor alemão de ascendência turca, que traz à tona questões como violência e racismo, deu a Diane Kruger o prêmio máximo na 70ª edição no Festival de Cannes (Foto: Divulgação)

Em “In the Fade”, Diane Kruger tem interpretação visceral e acabou levando a Palma de Ouro de ‘Melhor Atriz’ para casa, deixando estrelas como Nicole Kidman e Isabelle Huppert de mãos abanando (Foto: Divulgação)

Como uma implacável blitzkrieg – tática de investida relâmpago germânica que tomava de assalto tudo o que encontravam pela frente durante a 2ª Guerra – , Kruger colocou no bolso o prêmio máximo do cinema mundial por In the Fade” (Aus dem Nicht, 2017), de Faith Akin,  primeira realização do seu país natal na qual atua como protagonista. Seu papel? O da uma mãe de família que se vinga dos neonazistas que assassinaram  seu filho e o marido de origem turca. Confira abaixo a trajetória da atriz, que começou a vida como bailarina, abandonou esta carreira por conta de um acidente, virou top model e depois passou a atuar.

De volta à cena fashion: mesmo após ter se tornado uma estrela do cinema, Diane Kruger continuou estampando as capas de revistas, como na época em que sobrevivia como modelo fotográfica (Foto: Reprodução)

No editorial da Elle Australia, em 1996, uma Diane Kruger de apenas 20 anos posa ao lado de pesos pesados da moda no sentido horário: Mak Gilchrist, Laetitia Casta e Kirsty-Hume (Foto: Reprodução)

DIANE KRUGER EM CONTAGEM REGRESSIVA:

Confira abaixo cinco capas de revista nas quais Diane Kruger lacrou (Fotos: Reprodução): 

Diane Kruger na Vogue Australia (Foto: Reprodução)

Diane Kruger na Tatler russa (Foto: Reprodução)

Diane Kruger na Bazaar brasileira (Foto: Reprodução)

Diane Kruger na Vogue (Foto: Reprodução)

Diane Kruger na Interview (Foto: Reprodução)

Dior, Chanel, H. Stern, Jaeger LeCoultre, Veja abaixo quatro campanhas fotográficas protagonizadas por Diane Kruger (Fotos: Reprodução):  

O olhar sereno de Diane Kruger é moldura para os poderosos relógios da Jaeger LeCoultre (Foto: Reprodução)

Com seu ar de bem-nascida,, Diane Kruger – filha de uma funcionária de banco e de um expert em computação – foi garota-propaganda da icônica bolsa Lady Dior (Foto: Reprodução)

Uma de suas marcas  a pele impecável que reforça seu semblante ariano concedeu a Diane Kruger o passaporte perfeito para ser a imagem de inúmeras campanhas de beleza, como a da linha cosmética da Chanel (Foto: Reprodução)

Recentemente, Diane Kruger foi a estrela de uma campanha da mais brasileira jewel maison com espírito global: H. Stern (Foto: Reprodução)

Relembre três filmes, entre produções memoráveis e outras nem tanto, nas quais Diane Kruger empresta sua beleza e talento (Fotos: Divulgação):     

Em 2004, o mundo tomou conhecimento da beleza de Diane Kruger, como a Helena de Troia, sequestrada pelo príncipe Paris (Orlando Bloom) e protegida pelo irmão deste, Heitor (Eric Bana, à esquerda), nesta última versão cinematográfica do mais famoso conflito helênico, em “Troia”. Os traços faciais da atriz germânica já estavam à altura da incensada belezura da rainha de Esparta sequestrada, mas ela não convenceu como intérprete de peso (Foto: Reprodução)

A grande virada da atriz viria cinco anos depois, em 2009, quando ela viveu nas telas a divertida e cínica atriz da meca do cinema nazista UFA e também agente aliada Bridget von Hammersmark na aventura de guerra “Bastardos Inglórios”, de Quentin Tarantino (Foto: Divulgação)

Em 2012, Daine Kruger embarcou em mais um longa-metragem de época, “Adeus, minha rainha”, de Benoît Jacquot, no qual contracenava com a queridinha dos franceses Léa Seydoux (à esquerda), interpretando ninguém menos que Maria Antonieta (Foto: Divulgação)

Naturalizada norte-americana desde 2013, a estrela alemã  é expert em aparições bombásticas no red carpet. Deleite-se com com duas delas (Fotos: Reprodução):  

Por ocasião do lançamento de “Bastardos Inglórios” em 2009, Diane Kruger já havia encantado Cannes com seu ar divante e o decote generoso do modelito da Marchesa (Foto: Reprodução)

No Screen Actors Guild de 2010, Diane Kruger já havia revelado ao grande público sua parceria com o fashion designer Jason Wu, num longo drapeado que elevou a cor mostarda à condição de novo objeto do desejo (Foto: Reprodução)

Em tempo: entre todos os pesos pesados que andaram circulando na croisette nesta edição do Festival – Jessica Chastain, Nicole Kidman, Julianne Moore, Elle Fanning, Kirsten Stewart, Tilda Swinton e a supermodel brasileira Adriana Lima –, alemã mostrou a que veio, com look do seu costumeiro colaborador Jason Wu, no photocall, e produção diáfana by Dior no tapete vermelhão. Confira abaixo (Foto: Reprodução)! 

Estilo Riviera: Diane Kruger assume ares de quem se banha sob o sol mediterrâneo na coletiva de imprensa de “In the Fade”, na 70ª edição do Festival de Cannes. As peças de roupa são de um estilista recorrente em seu guardarroupa, Jason Wu (Foto: Reprodução)

Já no red carpet, Diane Kruger deslumbra a bordo de um longo lavanda Christian Dior e joias Chopard (Foto: Reprodução)

Celebre abaixo uma das mais deslumbrantes produções já envergadas por Diane Kruger, o diáfano vestido da Valentino usado em um editorial de moda (Foto: Reprodução):   

Vênus dourada: a tez delicada de Diane Kruger ganha calor neste fashion shooting para uma publicação europeia (Foto: Reprodução)

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.