Light my fire: natural do interior do Rio Grande do Sul, Rafael Breier saiu de Rolante, 20 mil habitantes, para dar um senhor rolé. Tipo assim: rolezeiro jet setter, o modelo brasileiro hoje roda o mundo depois de cinco anos trabalhando por aqui como eletricista. Pode seguir a carreira tal qual Walter Rosa, top dos anos 1990 que caiu na vida como porteiro de prédio para depois ganhar as passarelas.

Rafael Breier: aos 30 anos, do interior gaúcho para a grande moda (Foto: Divulgação)

Com pai encanador e mãe comerciante, o louro já passou por Milão, Paris e Nova York, brilhou em campanhas bacanudas de gente idem como Michael Kors e Ralph Lauren, deslizou na catwalk para um time de responsa, tipo Giorgio Armani, Dsquared2, Paul Smith, Ralph Lauren e Vivienne Westwood. E acabou de dar pivô no desfile de alta-costura da Dolce & Gabbana, no desfile de alta costura em Milão, no . Haja voltagem em painel de led.

 

(Foto: Divulgação)

O brasileiro Rafael Breier foge do padrão de meninos frágeis à la Hedi Slimane, Karl Lagerfeld ou Dior Homme: está mais para para Diego Alemão versão modal! (Foto: Divulgação)

Achar o moço é facinho: basta dar expediente no casting da Way, mesma agência de top models como Alessandra Ambrósio, Carol Trentini e Marlon Teixeira, tá bom, amor? Mas vai rápido porque o bonitão tá indo para Londres, onde arrebatou alguns contratos!

Comunidade do Alemão: com cara de homão, Rafael Breier segura a moda masculina para macho estiloso vestir. Pode acabar ganhando um time de mulheres e bees fãs, daquelas que curtem mais Daniel Craig que Cristiano Ronaldo (Foto: Divulgação)

Saville Row: Rafael Breier posa naquela vibe clássica para campanha de Ralph Lauren (Foto: Divulgação)

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.