Com 20 anos de profissão, a mineira se excede no joie de vivre, mas mantém a classe. Transita tão bem em universos distintos quanto arquitetura, decoração, moda, cultura, gastronomia, bem-estar e turismo, tendo passado pelas diversas redações belo-horizontinas. Fora do trampo, não vive sem seus xodós – crianças e animais –, e exerce o lado mãezona. Dizem até que o gato de rua adotado Luigi mia para só fazer coro com o filho Bernardo. Logo, logo a loura lança site homônimo, no qual também vai abordar poesia e crônicas – outras paixões.

Sobre o autor

admin

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.