Alberto Sabino é guerreiro. Começou ainda ao lado do irmão, Marco Sabino – lenda do design de acessórios nos anos 1980, assim como Zau, Jane & Sergio e Mario Paiga. Há 20 anos, ele abriu sua própria marca no Rio, situada no Forum Ipanema, onde oferecia para uma clientela chique peças que versavam entre a bijou de luxo e a bijoia. Apesar dos percalços econômicos no país, nunca desistiu e quem conversa com ele se encanta com seu eterno entusiasmo de garoto. Há poucos anos, fechou o ponto, mas não parou de criar e hoje se dedica às joias, caminho natural. Nesse percurso, ele aproveita para comemorar as duas décadas de carreira e lança a Coleção Contrastes nesta terça-feira, 8/12, de 16h às 20h, na Barra da Tijuca, em uma festa para 150 pessoas no CEO, um dos empreendimentos imobiliários mais celebrados e luxuosos da cidade. Parte da renda do evento será revertida para a Paróquia Santo Antonio da Península. Sim, Alberto é religioso e se dedica também ao social.

Alberto Sabino 20 anos Coelção Contrastes final 2

Alberto Sabino à frente de suas criações, lança a nova coleção “Contrastes”: 20 anos de bons serviços prestados à moda carioca (Foto: Divulgação)

A nova fornada de peças transita por turquesas, pelos tons de âmbar e amarelo, o avermelhado dos corais e o dourado dos dias solares que ainda virão. Muitas vezes, tudo junto e misturado, Alberto não se cansa de amalgamar referências e materiais, seu apreço pela opulência visual é fato. Nessa coleção, Minas Gerais é inspiração, mas ele deixa logo claro que não se trata de uma leitura óbvia ou imediatista: “Pedras e pratas de MG aparecem acompanhadas de elementos de vários lugares do planeta, com direito aos brilhos que remetem às estrelas de um mundo ainda desconhecido, para onde olho em noites de esperança”, poetiza.

Alberto Sabino 20 anos Coelção Contrastes final 5

Mistura de cores e pedras nos brincos: riqueza de Minas Gerais sob o olhar típico do designer, que ama contrastar materiais (Foto: Divuglação)

Alberto Sabino 20 anos Coelção Contrastes final 4

Âmbar e cores solares se contrapõem à frieza da turquesa: jogo de cores pronto para conquistar as clientes (Foto: Divulgação)

Alberto afirma que a epifania pode vir até do inesperado: “A lama tóxica do acidente causado em Minas pela ruptura da barragem da Samarco de certa forma também me comove como matéria-prima criativa. Acontecimentos do mundo me chamam atenção”, elucubra, em um papo com esse jornalista numa recente estreia cinematográfica. Só para citar um exemplo de por onde prossegue sua cabeça.

Riqueza dos metais no colar: alusão que pode ir tanto das jazidas de minério quanto à tragédia da lama contaminada com ferro na ruptura da barreia em Minas (Foto: Divulgação)

Riqueza dos metais no colar: alusão que pode ir tanto das jazidas de minério quanto à tragédia da lama contaminada com ferro na ruptura da barreira em Minas (Foto: Divulgação)

Para ele, a beleza não é necessariamente o principal ponto de partida dos estilistas: “Existem outras formas de se enxergar a belezura das coisas. Já criei colares motivado por frutas exóticas do Mercado Municipal de São Paulo, já tive musas históricas e também me deixei levar pelas cores de um marreco mandarim”, conta, falando sobre suas peças únicas.

Alberto Sabino 20 anos Coelção Contrastes final Colar longo Alberto Sabino. Contrastes. Coral branco, muranos, peças chinesas e peças de antiquários.

Misturinha boa: muranos, coral branco e contas antigas garimpadas até em antiquários: minucioso trabalho de Alberto Sabino transita pela arqueologia urbana na hora de arrematar componentes que façam sentido à sua criação (Foto: Divulgação)

É essa fartura de referências no seu imaginário que dá nome à coleção. Os contrastes vêm, no fundo, de dentro de si. Coisas como luxo versus necessidade, ambientes paradisíacos em contraponto a paisagens devastadas, como a da tragédia de Bento Rodrigues…

Serviço:

Avenida João Cabral de Mello Neto, 850 – Barra da Tijuca

de 16h às 20h

RSVP: Nina Kauffmann (21) 3258-9671

Tem valet service

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.