Ela é pura celebração. Entre o Rio e SP, a jornalista se esmera em abrilhantar badalos com sua figura iluminada, humor impagável e savoir vivre de quem nasceu em berço de ouro, contagiando todos com seu bom humor. Mas Marina não se contenta apenas com fairplay; domina os meandros da Sociedade do Espetáculo, sempre transformando suas aparições em presença cênica de primeira grandeza, deixando claro para os minimalistas que menos nem sempre é mais. E, entre os múltiplos talentos, sabe envergar acessórios que só poderiam funcionar nela mesma.

Sobre o autor

admin

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.