Suave é a noite. O título de uma das obras mais emblemáticas de Ernest Hemingway pode perfeitamente se aplicar ao que foi conferido nas passarelas da 20ª edição do Minas Trend, que terminou nesta noite de sexta-feira (7/4) no Expominas, Belo Horizonte. O evento, que prima pela moda festa e durou toda a semana, foi na contramão do see now, buy now que tanto encanta a turma de teóricos do varejo, antecipando as coleções de verão 2018. Na passarela, tons pastel dominaram a cena lado a lado com o indefectível preto, sempre boa opção quando os tempos são de vacas magras. Azul bebê, rosê, amarelinho, branco. Essa delicada cartela de gamas dignas de um berçário foi uma constante nos desfiles. Sinal de tempos sombrios para a economia, quando a necessidade de se adocicar o guardarroupa se impõe como forma de atenuar as tensões? Confira!

 

Estreante no line-up, a Unity 7 é grife tocada a seis mãos pelos sócios Rejane Diniz, Luana Magalhães e Eric Martins. A marca é jovem, tem dois anos e atuava no e-commerce, mas também está presente nas multimarcas. Os belos vestidos de festa, majoritariamente longos, fogem dos bordados artesanais que caracterizam a moda mineira, mas a roupa está longe de ser simples. Apesar do apreço pelo minimalismo, a construção é rica, plena de nesgas, drapeados, dobraduras, assimetrias e bababos. Esse aroma thirties invadiu a catwalk em cores levinhas: branco, rosê e um mauve clarinho são destaques nessa coleção perfeita para quem quer divar sem recorrer ao brilho, com clima de estrela hollywoodiana retrô ou deusa da mitologia grega.  Um certo quê de Halston sempre é bem-vindo…

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Unity 7 no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : FOTOSITE / Divulgação)

Na mesma pegada monocromática, Natália Pessoa fugiu dos seus típicos estudos de duplas e trincas de cores em padrões bacanudos para investir agora num tricô menos rico. Para quem acompanha o trabalho da criadora desde os tempos em que a grife usava o nome Faven, essa não foi uma de suas melhores fornadas. Ficou para trás a preciosa elaboração dos jogos de cor versus padronagem, sua marca, num resultado pífio. Tudo bem que a modelagem continua incrível, mas o conjunto de peças entre o curto e o midi não lacrou, apesar da vontade de brilhar pelo uso do lurex aliado, a detalhes oitentistas como bodies, o neon, ombros assimétricos, laçadas e jabôs. Ainda assim, Natália continua bamba na modelagem (o vestido-smoking é arraso!) e abravanando nas ideias. Mas, justo quando o tema da coleção são as cores, a moça se perde entre o pastel e o ácido num todo que não causou. Uma pena porque a gente sempre espera mais dela.

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Ze Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Natália Pessoa no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Sergio Caddah / FOTOSITE / Divulgação)

Outra novata no MT, a Manzan foi destaque entre quem desfilou. Letícia Manzan trabalhou anos com Fabiana Milazzo, onde depurou o gosto por uma moda festa jovem misturada com índigo. Agora em carreira solo, a moça pegou o seu jeans viajante, pôs na mochila (linda por sinal, toda rebordada, um sonho!) e aterrissou de mala e cuia na Tailândia pronta para desbravar o território, entre praias e templos cujos entalhes servem de base para os bordados elaboradíssimos com linhas, pedraria fosca, cristais,  paetês e fitas de cetim.

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Sergio Caddah / FOTOSITE / Divulgação)

Esse tempero asiático que se desdobra em formas como quimonos e calças de cós alto arreatadas co laçada renova a moda festa através do orientalismo, fugindo do lugar comum das cores fortes exóticas, mas usando o azul delavê como fio condutor. Uma das melhores apresentações da temporada, que rivaliza co a de Isabela Capeto conferida pouco mais de duas semanas antes na SPFW.

Barbara Berger embarca no clima oriental do desfile da Manzan e faz uma reverência para abençoar o Minas Trend. Isso mesmo, Barbie! A moda brasileira precisa de energia positiva! (Foto : Sergio / FOTOSITE / Divulgação)

Tudo delicadinho como a loura, que contou ao ÁS no camarim: “Eu gosto dessa descontração na roupa festa, com essa levada que, dependendo da montagem, pode ir para a noite ou descambar num dia mais caprichado. Uma dessas jaquetas bordadas em delavê usada com uma camisa branca, por exemplo, é look diurno riquíssimo. E tenho uma longa relação com a Canatiba, seu denim delavê serviu de base para a alfaiataria, que harmoniza bem com as tules e linhos”.

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Manzan no Minas Trend – Verão 2018 (Foto : Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

 

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.