*Por Guilherme J. Foti

Pelos lados de cá, o povo acha que só Berlim é hypada, mas esquece que o fervo também brota em outras cidades da maior potência europeia, a Alemanha. Como Düsseldorf. O coração da charmosa metrópole é destino grato para amantes da moda, arte, conceitos e tendências, com a cultura pulsando em cada esquina, café, restaurante, butique.

Elegante e criativa por excelência, agora Düsseldorf ganha tour fashion que não deixa nada a desejar se comparada a Nova York e Paris, referências mundias básicas quando o assunto é cultura de moda. “A melhor maneira de descobrir a cidade é ir passeando pelas lojas e boutiques, entrando na atmosfera marcada especialmente pela profusão de marcas, que vão das mais exclusivas até labels voltadas para um público mais despojado e arrojado”, conta a diretora do DZT– Centro de Turismo Alemão para o Brasil – Margaret Grantham, que anda promovendo a urbe por aqui.

Paraíso idílico em meio ao tumulto urbano: Königsallee, em Düsseldorf, Alemanha (Foto: Reprodução)

De acordo com Margaret Grantham, “uma boa sugestão é iniciar o tour fashion pelo centro, onde se localiza a famosa avenida Königsallee, carinhosamente conhecida como Kö”. É neste endereço, com viés da novaiorquina Quinta Avenida ou a parisiense Avenue Champs-Élysées, que a s coisas acontecem. Contudo, aquele clima germânico também impera, e castanheiras fazem sombra às fachadas de nomes cultuados do mundinho fashionArmani, Zegna, uma enorme boutique da Hermès, uma flagship da Dior e, dentro da Galeria KöKarl Lagerfeld. Desde 2008, a Königsallee recebe a Vogue Fashion’s Night Out, quando as portas de suas nababescas lojas ficam abertas até a meia-noite. O badalo ali é tão certeiro que mais de cinco mil visitantes circulam pela região… por hora! Como diria Narcisa, num passado não tão remoto: “Eike badalo!”.

Passarela da moda na Alemanha: Ted Baker Fashion Show na Vogue Fashion’s Night Out, em Düsseldorf, Alemanha (Foto: Divulgação)

Já na região de Carlstadt, às margens do Reno, o passeio fashion é mais calmo, mas não menos intenso. Ali se encontra a loja do estilista alemão Peter O. Mahler e a Apropos Concept Store, multimarcas com uma impecável seleção de designers contemporâneos internacionalmente conhecidos, fora as inúmeras galerias, refletindo a vida artística local.

 

E, para quem procura o que há de mais trendy, bairros como Bilk e Unterbilk, especialmente na efervescente rua Lorettostraße, abrigam casarões restaurados por modernos projetos de retrofit que reúnem cafés, bares, restaurantes e lojas pouco convencionais. Tipo Soho ou Tribeca na Big Apple. Como o Marais francês ou Pallermo Viejo em Buneos Aires. Exemplo: Gabriela Holscher-Di Marco, estilista responsável pelo figurino da clássica banda Kraftwerk no álbum “Die Mensch-Maschine” (1978), escolheu Unterbilk para instalar sua marca, a estimada Ela Selected. Entre sua clientela, nomes do showbiz ou neo punks notórios, como os meninos do grupo Toten Hosen.

Tipo Park Avenue: a Região de Carlstadt, Düsseldorf, na Alemanha, abriga o suprassumo da elite coxinha bacanuda de Düsseldorf (Foto: Divulgação)

Rikiki Grafik & Produkt,e Düsseldorf: paraíso para quem ama arte urbana (Foto: Divulgação)

Voltado para a cultura urbana, o colorido bairro de Flingern abriga um dos maiores núcleos de street art do país. A Rikiki Grafik & Produkt é parada obrigatória, com sua riquíssima coleção de impressos artísticos, pôsteres e ilustrações fine arts. Uma vez por ano o bairro estende tapete para suas mais de oitenta lojas, deixando seus ateliês e centros gastronômicos no agito até a madrugada, meio como o Rio faz com o Santa Teresa de portas abertas“. 

Lifestyle: comércio local de Flingern, Düsseldorf, Alemanha (Foto: Divulgação)

Lifestyle: comércio local de Flingern, Düsseldorf, Alemanha (Foto: Divulgação)

Quer mais info sobre a cidade fashion germânica? Confira abaixo!

https://www.duesseldorf-tourismus.de/mode-shopping/

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.