Clássico dos anos 1980/90, as sandálias Kenner são o braço – aliás o pé – do grupo S2 Holding, que engloba o Cantão, a Redley e a infantil Bisi. Criadas pelo casal que inventou as marcas, Leila Barreto e Peter Simon, cujo carioquíssimo lifestyle se mistura com a cultura praiana, os pisantes agora ganham novo gás com o relançamento de versões do modelo original lançado em 1988 e agora batizado de Legend“.

Ergonômico, o modelo clássico da Kenner agora se chama “Legend” e acaba de ser relançado em cores básicas e solado que mimetiza pisada na areia (Foto: Divulgação)

O modelo Kivah, da Kenner, traz como novidade o revestimento em neoprene (Foto: Divulgação)

Vendida em lojas da Redley e em multimarcas pelo Brasil afora, a repaginada linha “Legend” se soma a outras masculinas, femininas (algumas com um quê japonista) e infantis que parecem seguir o mesmo caminho das Havaianas e da Ipanema: atualmente são mais de 400 modelos, entre variantes de tiras, palminhas, cabedais e impressões, conforme conta ao ÁS a gerente de desenvolvimento de produto da marca, Ana Claudia Sigon, há 15 anos na empresa depois de ter atuado na Afghan: “É loucura, mas a gente embarca nessa. Toda a parte de decoração de mercadoria, inclusive a estamparia, label design, injeções de PVC e maquinário de alta frequência (tecnologia que imprime textura em poliuretanos) estão aqui dentro de casa, aqui no Rio, mas temos uma unidade fabril em Campina Grande, na Paraíba. É parque de diversão para a turma da criação”.

A linha feminina  Lips, da Kenner, ganha palmilhas em temas da moda, como os abacaxis da vez (Foto: Divulgação)

As Lips Wing Sandals imprimem visual moderninho japonista na ampla variedade de modelos femininos da Kenner (Foto: Divulgação)

Nesse meio tempo, a tecnologia de pigmentação também foi à lua: cores como as gamas de azul, que tradicionalmente são mais difíceis de se reproduzir, hoje rendem belos turquesas, por exemplo. “Cada vez que inventamos uma nova cor ou desenho de estampa, o pessoal da produção num primeiro momento quer matar a gente, mas depois entra na onda. Olha só que linda essa tira nesse pink”, se diverte Ana Claudia, como se estivesse comendo um pacote de coloridíssimas jujubas.

Com a prensagem de textura no EVA e policromias sobrepostas, as novas sandálias da Kenner atendem aos públicos masculino, feminino e infantil (Foto: Divulgação)

Entre as quase três  décadas que percorrem a criação da Kenner como produto genuinamente carioca – num orgulho local parecido com aquele o brasileiro sente quando fala das Havaianas – e momento atual, a evolução do produto decolou. Os EVAs das palmilhas agora são muito mais macios, os shapes muito mais anatômicos, os efeitos antiderrapantes são mais intensos e  itens como modernas tiras em prene fazem parte das coleções. Os gorgurões dos acabamentos estão mais sedosos.

Visual clean & amoderninho: o modelo Kyra, da Kenner, brinca com o efeito da monocromia na composição entre a tira em dobraduras e a palmilha (Foto: Divulgação)

Kenner & mimetismo: o modelo Rhaco se inspira na aderência das patas dos repteis, como lagartixas. O resultado, além de seguro, é gráfico (Foto: Divulgação)

E, claro, as opções de prints temáticos nas palmilhas são absurdas, como a linha camuflada ou a  criada para celebrar a próxima edição do Rock in Rio, em setembro,com 12 variantes.

A Kenner lançou 12 modelos de sandálias para celebrar a próxima edição do Rock in Rio,que acontece em setembro (Foto: Divulgação)

Nessa reinvenção, ÁS torce por projeto em breve de loja própria que valorize o visual merchandising, no molde daquilo que as Havaianas souberam fazer nos últimos anos.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.