Nelusha Araújo é carioca da gema. ÁS explica: a joalheira criada num casarão na Urca mora na Barra da Tijuca, onde mantém seu ateliê de joias. Joias poderosas, diga-se de passagem. Sempre nessa ponte Barra-Zona Sul, seus olhos se reviram com pedras preciosas e ela praticamente iniciou a carreira também por influência do marido Carlos, gemólogo amador com quem é casada há quinze anos e que encontrou nessas belezuras um hobby mais xiíta que aquele professado por apaixonados colecionadores de selos raros. “Saem fagulhas dos meus olhos quando vejo uma pedra boa, com lapidação única”, se derrete.

Entre as gemas que encantam Nelusha e hipnotizam as clientes, turmalinas (incluindo aí a famosa Paraíba), topázios, esmeraldas, praziolitas e tanzanitas – de coloração azul-violeta profundo, como os olhos de Liz Taylor. Tudo vem acompanhado de certificado de autenticidade e é apresentado com requintes de tesouro: a designer só atende clientes em seu ateliê com hora marcadíssima, tipo appointment secreto. A curadora do Joia Brasil Anna Clara Hermann é sua fã: “Além do trabalho lindo, Nelusha tem essa autenticidade, esse jeito tão carinhoso e natural, uma preciosidade hoje em dia. Adoro ela, que é ela mesma!”

Anel em ouro com praziolita (Foto: Divulgação)

Anel em ouro com praziolita (Foto: Divulgação)

Quem quiser engrenar um rolezinho chique e matar dois coelhos de Alice numa única cajadada tem até domingo 27/9 para visitar o Casa Cor 2015 e aproveitar para conferir o criativo trabalho da moça no Joia da Casa, dentro da mostra de decoração, onde está exposto. Vale a pena.

Pingente de Nossa Senhora em opla azul com o ceu do Rio (Foto: arquivo pessoal)

Pingente de Nossa Senhora em opala azul com o ceu do Rio (Foto: arquivo pessoal)

E vai a dica: entre aneis, brincos e colares, os pingentes de opala com a Nossa Senhora em relevo são lindos e ainda tem a função de proteger os nativos do Rio nesse momento em que a Cidade Maravilha foi vertida em Terra de Marlboro, com a multiplicação dos arrastões, malandros em frenesi e a inércia das autoridades.

Brincos em ouro (Foto: Divulgação)

Brincos em ouro com praziolita (Foto: Divulgação)

Em tempo: Vai no Casa Cor, meu bem? Então, o restaurante do espaço, comandado pela chef Roberta Pederneiras é programinha imbatível, com comidinhas deliciosas e churros com doce de leite que nada ficam a dever aos argentinos. Hamhamham!

Serviço:

Nelusha Araújo

Atendimento com hora marcada
Barra da Tijuca – Rio de Janeiro Tel: 2431-2344 | 3154-2685
e-mail: sac@nelushaaraujo.com.br

Casa Cor RJ 2015

Vila Aymoré – Ladeira da Gloria nº 26 – Gloria

01 de Setembro a 13 de Outubro

Terça a Domingo das 12h às 21h

Valores: Dia de semana: inteira: R$ 44 / meia R$ 22
Fim de semana e feriados: inteira: R$ 50 / meia: R$ 25
Passaporte: R$ 100

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.