O próximo verão é tropicalista, do tipo que homenageia os Mares do Sul ou envereda pelas praias calientes da Califórnia. Essa é a conclusão dos fashionistas presentes neste segundo dia da edição 41 da SPFW, após assistirem aos desfiles de grifes tão distintas como Juliana Jabour e as estreantes no line up Vix e A.Brand. Juliana apostou na cultura dos skatistas e surfistas dos anos 1970, os Z-Boys de Dogtown. Mas esqueça essa década, afinal a estilista não consegue se libertar dos 1980’s. Dessa vez, ela trouxe a ambiência de Venice Beach e Malibu para apresentar sua moda vintage repleta de grafismos em cores luminosas como lavanda, menta, tangerina, pêssego, mauve, rosê e turquesa, entremeadas com branco, nude e off-white.

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

Entre referências esportivas, predominaram prints localizados, contrastes nas lavagens de jeans, listras, telados, bolsas com cadarços de corda em pegada navy e tops cropped com calças soltas. E um destaque que, aliás, já parece ser um must nesta temporada: as calças pijama. Na parte final, os vestidos românticos ganharam aquela pegada heavy dos boots envenenados com cara de roqueira, outro aspecto que parece atrair sempre a atenção da designer.

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

Tudo bonitinho, mas com uma ressalva: Juliana resolveu esbarrar nas estampas memphis sem contudo chegar lá. Este estilo gráfico pós-moderno, cheio de formas pontudas ou ameboides, raios e elementos levadinhos da breca surgiu na Itália na virada dos oitenta pelas mãos do grupo criativo capitaneado por Ettore Sottsass e foi uma das marcas da estética new wave. Aqui no Brasil, as ilustrações de Pojucan criadas para sublinhar a coluna de Tutty Vasquez – alterego do jornalista Alfredo Ribeiro de Barros – no Jornal do Brasil eram influenciadas pelo Memphis, fizeram história e ajudaram a consolidar esse visual no Brasil. Portanto, prato cheio para a estilista, mas, convenhamos, o resultado acabou ficando bem no meio do caminho. Peninha…

Por fim, um detalhe importante: as peças, entre elas algumas da coleção cápsula para a Lez a Lez, entram na vibe do see now, buy now e já estarão a venda imediatamente após o desfile. The flash!  

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Juliana Jabour verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

Já a Vix – moda praia que faz sucesso lá fora – embarcou numa viagem rumo aos paraísos asiáticos como Bali e a Tailândia. No comando da grife, a capixaba Paula Hermanny investiu sua energia tanto em maiôs e biquínis quanto em vestidinhos e batas com essa levada orientalizada que devem fazer a cabeça das descoladas. Nada realmente novo no front, mas uma fornada de peças que “tá tranquila, tá favorável”. Ou seja: produtos bem feitos que têm tudo para pegar comercialmente.

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Vix verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

Mas a boa surpresa deste segundo dia de São Paulo Fashion Week foi mesmo a A.Brand, a segunda marca da Animale, que nesta edição preferiu de fora pra voltar em outubro com toda a pompa, comemorando seus 20 anos de estrada. O desfile de hoje confirma o porquê de o Rio de Janeiro sair na frente quando se trata de marcas que  sabem fazer varejo abrindo cadeias de lojas Brasil afora. Pelo que foi visto na passarela, dá vontade de logo conferir nas araras esta coleção inspirada no Havaí, que trouxe até música de Elvis para embalar os looks, em trilha criada por Max Blum.

SPFW N41

A.Brand verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Animale verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Animale verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Animale verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Animale verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Animale verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

SPFW N41

Animale verão 2017 / SPFW edição 41 (Foto: Marcelo Soubhia / FOTOSITE / Divulgação)

Entre cores vivas, estampas exuberante (muitos hibiscos!), rendas, plissados, saias godê e cobras coloridas, a inspirada edição de moda de Pedro Sales e a direção de Zee Nunes se encarregaram de embalar a boa moda de Ana Claudia Dias, que tratou logo de dar a dica ao ÁS no backstage após o desfile: “O tema maior é a felicidade. Estou exultante com essa estreia na SPFW”. E, perguntada sobre a inspiração para o coleção, a moça levou para o pessoal: “Ah, veio de uma viagem recente que fiz com meu marido para o Havaí…”

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.