*Por Lucas Montedonio

Ser diferente é normal. Vide Christian Louboutin que cada vez mais expande a linha de calçados nude que contempla não apenas o bege, mas todos os tons de pele, da mais alva à negra. Por isso mesmo, a diversidade de etnia no Brasil pede produtos que atendam a todos os públicos e, pensando nisso, a Bel Col Cosméticos lança agora a linha Regenic: um tratamento específico para todas as tonalidades de tez, seja pardo, negro, asiático ou branco. Sim, a beleza é democrática! E ainda traz resultados garantidos, principalmente quando se segue as dicas de profissionais tarimbados.

O passo a passo é moleza: começando com a higienização, o Hidraclen funciona como um perfeito leite de limpeza facial que deixa a pele pronta para o Bel Esfoliante. Depois, a loção tônica Hidratonic elimina as impurezas para a aplicação do lançamento mais bafo: a máscara inteligente Regenic Profissional, nas quatro seleções específicas e ao gosto do freguês. para manter com os hidratantes diariamente em casa. Por fim, a finalização é essencial e deve ser feita com o hidratante facial Hialuderme e o protetor solar Solectiv FPS 30, no mínimo.

As máscaras para peles pardas e morenas previnem o aparecimento de manchas, ajudam a eliminar o ressecamento da área dos olhos, equilibram o hidrolipídico da zona T e resgatam a luminosidade perdida.

Pardo

Enriquecidas com Skin Whitening Complex, um fito complexo composto por extrato de Uva-Ursi, Brun conta também com extratos de arroz e grapefruit (Divulgação)

As peles negras contam com a máscara formulada com Revidrate e componentes especialmente desenvolvidos para combater o ressecamento cutâneo.

Noir

O Regenic Noir ativa diferentes mecanismos metabólicos para uma efetiva hidratação cutânea, prevenindo cicatrizes e manchas e diminuindo a oleosidade e formação de acne (Divulgação)

Já o lúpulo – flor fêmea de uma planta medicinal também utilizada na produção de cerveja (pelo poder conservante) e usada na medicina alternativa como calmante – é o principio ativo da máscara para peles asiáticas.

Asie

A máscara Asie hidrata, diminui a sensibilidade ao clima, regulariza o tom e aumenta a luminosidade da cútis (Divulgação)

Além disso. a Bel Col desenvolveu uma fórmula que alia o Teprenone com extrato de Globulária, obtido da célula-tronco dessa margarida originária da Europa e Ásia Central que cresce em altitudes de 2000 metros e sobrevive a temperaturas negativas de até 30º. Loucura, não? A máscara é uma bencão: diminui a sensibilidade ao clima, melhora a microcirculação, promove maior resistência contra os radicais livres e ainda melhora a hidratação. Está esperando o que, meu bem?

Blanc

As peles claras são extremamente sensíveis às condições climáticas que induzem ao envelhecimento e aparecimento de rugas precoces (Divulgação)

Bel Col lança fluído para hidratação de impacto de longa duração

No mais, faça chuva ou faça sol, nada melhor que dar aquela retocadinha básica na hidratação da pele. Além de tomar bastante H2O, poder contar com produtos de qualidade é mesmo o que há. Pois bem, amor, o Hialuderme é um fluido hidratante facial (com ácido hialurônico, óbvio) que auxilia no controle do nível de água na pele, promovendo uma hidratação intensa, rápida e duradoura. Dos deuses!

Hialuderme

O ácido hialurônico biotecnológico é uma solução pura, com grande poder de reposição hídrica, que propicia a melhoria do aspecto visual da pele (Divulgação)

Por fim, para o uso home care, vale mencionar que o Hialuderme é indicado para todos os tipos de pele. Quase um mimo dermatológico. Obteve resultados significativos entre os voluntários que o testaram, sendo que a totalidade do grupo percebeu “hidratação imediata” e “mais de 6 horas de hidratação”. Tá bom ou quer mais, babe? Para garimpar e não perder tempo, só acessar:

www.belcol.com.br

* Nascido na cidade imperial de Petrópolis, o pianista amador ganhou o mundo ainda adolescente quando fez intercâmbio nos Estados Unidos. Nessa época sua terceira visão despertou e o moço se entregou ao budismo tibetano. Pura estratégia para dominar a vaidade interior. Estudou comissaria de bordo, mas preferiu o jornalismo e, hoje, entre retiros espirituais com rinpoches, encontros com lamas e entrevistas espevitadas, o sagitariano usa sua vocação para o tietismo como contraponto à eterna busca do santo nirvana.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.