Não deu para ninguém. Pouco importou o poderoso casting do desfile da Água de Coco, que encerrou a 46ª edição do evento nesta noite de sexta (26/10) : Carol Trentini, Alícia Kuczman, Marcelia Freesz, Isabel Hickmann, Lovani Pinow, Valentina, Mari Calazan, Annelise Schoenberger. Também não impactou tanto a diversidade mostrada na catwalk: modelos negros, trans, da terceira idade ou plus size (a lindona Raphaella Tratske, leia mais aqui), além de uns bonitões barbados (esses um verdadeiro parque temático para os fashionistas), ao lado dos pitéus que costumam dar expediente na passarela da grife de moda praia. O que valeu mesmo foi o momento Disney.

(Foto: Divulgação)

Ao som da musiquinha da parada diária de personagens na Disneylândia, Mickey e Minnie adentraram a boca de cena rumo ao pit dos fotógrafos, com direito a tchauzinhos, paradinhas graciosas, beijinhos na plateia e o escambau, sob uma chuva de prata. O público delirou porque, afinal, “é o maior, é o maior, é o Mickey Mouse!”, já dizia no Disney Channel o refrão do jingle do ratinho mais celeb do mundo.

(Foto: Divulgação)

Não é de hoje que o SPFW flerta com o universo pop: a Triton já trouxe Star Wars” com direito a parada imperial de Darth Vader e seus stormtroopers; Fernanda Yamamoto já usou Hello Kitty; no ano passado a 2nd Floor fez uma coleção inteira baseada na Mulher-Maravilha.  Sempre funciona!

Água de Coco – SPFWN46 (Foto: Divulgação / Fotosite)

Diante do estrelismo jet-setter do casal (fruto de uma árdua negociação de licenciamento da label com a Disney que, dizem, levou um bom tempinho e aproveita para embarcar na comemoração global dos 90 anos do icônico camundongo), a coleção acabou ficando um pouco prejudicada, engolida pela expectativa de ver o dito-cujo. Isso, apesar de linda – e a despeito do excesso de mangas bufantes e outras cositas más que, ainda que funcionem no pós-praia, surgiram em excesso.

Água de Coco – SPFWN46 (Foto: Divulgação / Fotosite)

Liana Thomaz e o filho Renato guardaram para o último bloco as peças inspiradas no Mickey, aliás, uma graça de desenvolvimento com estampas inspiradíssimas. Antes, só mesmo os mega botões que evocam aqueles usados para arrematar o shortinho clássico envergado pelo bichinho desde Steamboat Willy (1928), o desenho que inaugurou o império de entretenimento do tio Walt.

Água de Coco – SPFWN46 (Foto: Divulgação / Fotosite)

Água de Coco – SPFWN46 (Foto: Divulgação / Fotosite)

Na anteguarda da série inspirada no cartoon, vale destacar a cartela de cores, com destaque para os jogos de colorblocking, o verde cana, o caramelo toffee e o lavanda (entre os tons pastel e flúor de um círculo cromático, tipo Munsell), os prints (gráfico de retângulo e impressionista), além do conjunto de tecidos diáfanos que enriquecem a moda praia: crepe de viscose, voil de algodão, organza e chiffon com fio de lurex, ao lado do linho. Tudo lindo para a vida fora d’água, pouco prático para a areia.

Água de Coco – SPFWN46 (Foto: Divulgação / Fotosite)

(Foto: Divulgação / Fotosite)

Água de Coco – SPFWN46 (Foto: Divulgação / Fotosite)

Em tempo: adornando as tops, os maxi brincos lindos de morrer da SD por Sheila Morais, grife de acessórios de Natal, que ÁS conhece do salão de negócios do Minas Trend. As mega argolas então…  

Água de Coco – SPFWN46 (Foto: Divulgação / Fotosite)

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.