O Rio de Janeiro continua lindo. Tudo bem. Bom, nem tanto. Temos os cofres depredados por governantes corruptos, o estado em crise, falta de dinheiro, investimentos em inércia, escalada da violência e prefeito ausente. Mas, independente disso tudo, um credo é comum: é preciso se mexer, virar o jogo. E o setor da moda, que é importante gerador de receita para o município e para o estado, já vai tomando a dianteira. Quando o empresariado e os segmentos produtivos do setor juntam as forças e dizem amém, pouco importa a falta de fé de uma prefeitura que prefere se entregar ao canto gospel que à liturgia da sua função laica. Nesta semana, eventos de moda tomam de assalto a Cidade Maravilha (perdoe o trocadilho, mas é válido), da 4ª edição do Veste Rio à comemoração dos 20 anos de estrada do Bureau de Estilo, de Renata Abranchs.

A consultora de estilo Renata Abranchs, do Bureau de Estilo, propõe o debate saudável sobre a moda no IED Rio nesta sexta-feira (27/10) na edição inaugural do CRIÁVEL, evento de pretende pensar a moda a partir integração de vários campos do conhecimento (Foto: Reprodução / Instagram)

Para celebrar essas duas décadas de estrada, Renata traz para o IEDIstituto Europeo di Design – nesta próxima sexta-feira (27/10) a edição zero do CRIÁVEL, uma programação intensa, que pretende discutir a moda nacional.

Para gerar renovação no setor, a partir de uma discussão facilitada por Renata o evento dá voz a personalidades de diversos campos do conhecimento,como Artes, Meio Ambiente, História, Antropologia, Design, Tecnologia, Arquitetura e Gastronomia, pretendendo ampliar o diálogo com as inovações pautadas e procurando fazer uma análise mais horizontal e profunda.

Com Renata Abranchs (no fundo ao centro) na mediação, o CRIÁVEL pretende pensar a moda a partir de cânones que vão ao encontro da consciência, e não do imediatismo predatório (Foto: Divulgação)

A ideia e permitir que diferentes visões de mundo se transforme numa carta aberta para a mudança da moda e do universo criativo em geral, com cada participante registra o seu desejo e opinião de como a Moda pode contribuir para esse futuro pleno. Tudo muito cabeça, mas sincero.

“Um futuro pleno é um aquele com mais reflexão, respiro, sem o vazio do imediatismo, mais consciente. A qualidade deve se sobrepor à quantidade respeitando a velocidade da essência do ser humano e da natureza num futuro que proporciona a integração de valores positivos com as aspirações mais elevadas da humanidade, em movimentos duradouros que tragam o bem-estar social. É a valorização do que está ao nosso redor como o movimento #feitonobrasil. Menos tendência e mais essência”, filosofa Renata Abranchs, em discurso afinadinho com a reação que se pretende de todos nesse momento político nacional, no qual fica clara a intenção de quem está no poder público de sugar o que puder em prol dos interesses pessoais. A consultora propõe construção, ao invés de extração.

Por falar em construção, o Veste Rio – A Moda Aqui é Fazer Negócios já envereda pela sua nova rodada de quarta (25/10) a domingo (29/10) no Píer Mauá, tendo à frente a Vogue Brasil e o caderno ELA, do  jornal O Globo. O conceito permanece o mesmo: uma feira de negócios exclusiva para os cerca de 700 compradores atacadistas convidados, vindos de outros estados, fazerem seus pedidos da próxima temporada (outono-inverno 2019), temperada pelo outlet que turbina o varejo com as vendas daquilo que está hoje nas lojas, queimando estoques. No total, são 170 marcas.

Veste Rio: em sua 4ª edição e terceira no Píer Mauá, o evento carioca segue a fórmula do Minas Trend que associa vendas ao badalo, no ponto certo (Foto: Divulgação)

“A moda tem importância fundamental para a economia e a cultura carioca, é um dos setores que mais gera empregos na cidade e favorece uma cadeia produtiva gigantesca, que vai das costureiras aos estilistas, passando pela indústria e o comércio. Mais que isso, ela é importante expressão do comportamento  da cidade, levando para fora o lifestyle único da cidade. O Veste Rio é uma síntese disso”, afirma Renata Izaal, editora do Caderno Ela.

A editora de moda Renata Izaal mais uma vez está à frente do Veste Rio, evento carioca de amplitude nacional que engloba lançamentos, difusão do conhecimento e vendas para o atacado e varejo (Foto: Selmy Yassuda / Divulgação)

Assim, como nada hoje sobrevive sem espetáculo, para incrementar o evento traz desfiles de novos talentos e marcas consagradas, além de palestras e food trucks.

Food trucks e food bikes temperam a 4ª edição do Veste Rio (Foto: Selmy Yassuda / Divulgação)

Os fashion shows rolam dia 25: às 11h, dez jovens estilistas que procuram a ribalta (leia-se nome e mercado) apresentam suas coleções, como já acontece há duas edições. Entre eles, voltam à passarela Ga’u, Handred, Lucas Barros, Luisa Farani, Modem, The Paradise, Haight Clothing, Wymann e Augustana Store. Novíssima entre os novos, a Neriage estreia na catwalk.

Estreante na última edição do Veste Rio, em abril, a Wymann impressionou os fashionistas e volta à passarela nesta edição, na próxima quinta, 26/10 (Foto: Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

Às 16h, é a vez de marcas já sólidas no business, como Cruise, Amissima, Uma, Eva e Ateen. Mas a coisa não para por aqui. Na manhã do dia 26, às 11h, acontece um desfile das marcas do espaço moda Sistema Fecomércio-RJ.

Outra boa presença da edição de verão do Veste Rio, a Amíssima retorna ao evento (Foto: Zé Takahashi / FOTOSITE / Divulgação)

E, se quarta e quinta foi a hora dos desfiles, no sábado 28 o público pode se informar sobre temas relevantes da área em quatro palestras 0800. Entre a turma que tem o que dizer, Rony Meisler, CEO do Grupo Reserva, Lenny Niemeyer (Lenny Niemeyer), Jacqueline De Biase (Salinas), Sharon Azulay (BlueMan), Cidinho (BumBum), Marcella Franklin (Haight), Dudu Bertholini, André Namitala (Handred), Priscila Barcelos (Eva), Amber Venz Box (RewardStyle) e Anderson Baumgartner (Way Model) debatem temas tipo como transformar influencia em performance, Rio a capital mundial do beachwear e a inclusão de diversos estereótipos na moda. As inscrições estão disponíveis no site vesterio.rio.

Em palestra 3ª edição do Veste Rio, no Pier Mauá, a diretora de redação Silvia Rogar mostra primeira publicação no instagram da Vogue (Foto: Roberto Filho / Vogue / Divulgação)

Confira abaixo a programação dos dois eventos:

 Serviço:

Veste Rio

25, 26, 27, 28, 29 de outubro de 2017

Pier Mauá – Armazéns 2, 3 e 4 – Zona Portuária

Avenida Rodrigues Alves, 10 – Centro – Rio de Janeiro, Brasil

Salão de negócios: 25 e 26/10, de 10h às 20h, e 27/10 de 10h às 18h

Outlet: 26, 27 e 28/10, de 12h às 21h, e 29/10  de 11h às 19h

Site oficial: vesterio.rio

Desfiles (apenas para convidados):

Local: Arena Veste Rio

25/10: Novos Talentos – 11h; Ggrandes Marcas – 16h

26/10:  Desfile das marcas do espaço moda Sistema Fecomércio – RJ – 11h

Palestras

28/10, às 11h, 12h30, 14h00 e 15h30

Gratuitas: inscrições pelo site oficial

 Outras atividades

26/10 (quinta)

15h: a diretora de redação da Vogue Silvia Rogar entrevista a modelos Carol Trentini – bate papo sobre a carreira de uma das mais consagradas modelos da atualidade

Atividade Livre – inscrição na hora

Local – Lounge Fecomércio

29/10 (domingo)

16h: a repórter do Caderno Ela Talita Duvanel entrevista Fernando Torquato – 16h –

Tema: Tarde de Beleza Integrada – Oferecimento SENAC: “A linguagem visual na construção de imagem pessoal e tendências, além das aplicações do conceito da Beleza Integrada no dia a dia dos profissionais e pessoas”

Atividade aberta ao público

Local – Arena Veste Rio

CRIÁVEL

27/10, das13h às 20h

IED Rio – Istituto Europeo di Design

Av. João Luiz Alves, 13 – Urca, Rio de Janeiro

Tel: (21) 3683-3786

Inscrições: R$ 530 pelo site: sympla.com.br/criavel_184023

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.