* Por Luciana Avelino

A coletiva de imprensa, realizada na manhã desta terça-feira (9/4). no Expominas, marcou o início oficial da 24ª edição do Minas Trend, que traz em pauta o tema “Em Dias de Sol”. A temporada de lançamentos da primavera-verão 2020, conta com 187 expositores, distribuídos em 253 estandes, sendo 81 deles de roupas, 69 de joias e bijuterias e 37 de bolsas. A maior ocupação da feira de negócios na história do evento.

Otimista, Flávio Roscoe, presidente da FIEMG (que realiza o salão de negócios), celebra esse número maior de marcas expositoras, em comparação ao último MT: “Aumentou cerca de 15 a 20%. Também estamos trazendo aproximadamente 20% a mais de compradores.”

Da esquerda para direita, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, o diretor criativo Ronaldo Fraga e o presidente da ABIT Fernando Pimentel celebram a ampliação da plataforma do Minas Trend para outros setores da economia criativa. Para Roscoe “É momento de novos horizontes num cenário político de juros estáveis.” (Foto: Tania Muller)

Roscoe ainda comemora alguns números significativos: “O evento conseguiu reduzir custos nessa e na edição anterior, sem perder a qualidade. Caminhamos para a auto sustentabilidade, e acredito que já na próxima edição ele se pague completamente. Com um detalhe: dessa vez, reduzimos em 30% o preço dos estandes para expositores de joias e 20% nos demais segmentos.”

Ronaldo Fraga, diretor criativo do Minas Trend, hoje o maior evento de moda mineiro, acredita que o melhor caminho a seguir pelo setor, que muito já sofreu ao longo de várias crises nacionais, é reinventar -se, estabelecer novos diálogos com os consumidores. “A ordem mundial é também democratizar.”

Ronaldo Fraga reforça a presença da moda de Minas no cenário econômico nacional: “O evento é importante para a cultura mineira. A indústria têxtil mineira é a terceira do Brasil, é relevante e formadora de opinião” (Foto: Sebastião Jacinto Junior / Divulgação)

Indagado sobre quais impactos que a tragédia de Brumadinho refletiu no mundo da moda, Flávio Roscoe argumenta que a mesma despertou nas pessoas, de forma geral, a olhar de forma diferenciada para o outro, o fazer do outro. “Nos fez desconectar de nós mesmos. Em termos práticos, nos alertou da necessidade de buscar outras formas de fazer mineração, até porque não se trata de acabar com ela. Não há vida sem mineração. Ela é geradora de bens, produtos, como alguns da própria indústria da moda. Há, pois, uma grande reflexão sobre o tema, o que pode até ser transformado em desafio para o Ronaldo Fraga na próxima edição.”

“O Brasil é um país com potencial que não está sendo aproveitado. A agenda do que é preciso fazer é robusta e deve ser tocada em conjunto. É hora se unir não somente quando a água bate no nariz”, pontua o presidente da FIEMG Flávio Roscoe acerca da postura que precisa ser adotada pelo setor têxtil no país (Foto: Tânia Mueller)

Para as próximas temporadas, segundo Flávio Roscoe, a palavra desejada chama-se crescimento. “Nossa meta é expandir o evento em tamanho, expositores, visibilidade. Estamos caminhando a espaços largos. O setor de cosméticos é uma novidade que estamos estreando com parceria nesta edição, a partir do convite que fizemos para o Boticário participar de um estande coletivo, em uma área que estava sendo sub-aproveitada. Acredito que, futuramente, o setor da beleza, vai estar, naturalmente, mais agregado ao MT, já que moda e beleza andam juntas. Enfim, nossa expectativa é ampliar o cenário da moda e nossa capacidade de fazer negócios.”

Esta edição do Minas Trend trouxe uma novidade: desfile coletivos abertos para o público em geral, na área de convivência do Expominas. “Temos a promessa de novos players para as próximas edições, e também pretendemos abrir o evento para a cidade”, afrima Flávio Roscoe (Foto Sebastião jacinto Junior / Divulgação)

Além dos desfiles – segunda (8/4) aconteceu o de abertura; na noite de terça, Fátima Scofield, Trendbijoux by Sindijoias MG e  Skazi; e nesta quarta é a vez de Patrícia Motta, Denise Valadares e Raquel de Queiroz -, a programação do Minas Trend, que acontece até sexta (13/4) ampliou e agoraconta com fashion talks, palestras, oficinas, apresentações musicais,  a feirinha gastronômica Aproxima e, claro, o salão de negócios que carrega o evento, com as 187 marcas. Confira: www. minastrend.com.br

Tradicional parceiro do Minas Trend, o Senai mais uma vez apresenta a criação de seus alunos em uma exposição dentro do seu estande (Foto: Sebastião Jacinto Junior / Divulgação)

Para não afundar na piscina: a passarela dos desfiles abertos coletivos do Minas Trend evoca as garotas retratadas pelo ilustrador e jornalista Alceu Penna, baluarte da história da moda brasileira, na revista O Cruzeiro (1928-1975). No sentido figurado, a imagem é significativa: mais que nunca é hora de nadar para não submergir num cenário econômico ainda delicado (Foto: Sebastião Jacinto Junior / Divulgação)

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.