*Por Lucas Montedonio

Depois de rodar o mundo nos últimos dois anos, chegou no Rio a expo Underground Images, um panorama de cartazes assinados pelos maiores nomes do design gráfico internacional, expostos nas estações do metrô de Nova York, desde 1947 até os dias de hoje. Inédita no Brasil, ela pode ser conferida no Instituto Tom Jobim, no Jardim Botânico, com coordenação geral de Ana Fortes.

Os 56 cartazes que integram a mostra fazem parte da coleção da School of Visual Arts (SVA), uma das mais influentes comunidades artísticas do mundo. A proposta é fazer um resgate histórico da programação visual ao longo de sete décadas. “A exposição promove uma viagem no tempo e revela como diferentes marcos históricos influenciaram as formas de pensar e fazer arte, como, por exemplo, o pós-Segunda Guerra Mundial e o avanço da industrialização (1950), os movimentos Black Power (1960), Hippie (1970), Punk (1980) e Grunge (1990), o 11 de Setembro (2000) e a Era Mobile (2010)”, destaca Daniela Novaes, Head da SVA para a América Latina.

Com curadoria de Anthony P. Rhodes e organização de Mirko Ilic e Francis Di Tommaso, a exibição conta com obras de bambas como Milton Glaser, autor da marca I Love NY; George Tscherny, criador do primeiro cartaz artístico da SVA, em meados da década de 1950; e Viktor Koen, premiado artista, com trabalhos frequentemente publicados no The New York Times, Wall Street Journal e Nature Magazine, entre outros veículos icônicos do meio jornalístico norte-americano.

A coordenadora geral e diretora de criação da Underground Images no Brasil e sócia da Memoo Produções e Design, Ana Fortes, conta mais sobre esta iniciativa: “Serão projetadas sequências de vídeos do metrô novaiorquino e dos interiores das estações, recriando o ambiente onde os cartazes foram originalmente expostos. Mostramos o projeto para a Fotosfera-Rio, que se tornou patrocinadora”. Ela conta que os pôsteres foram organizados em ordem cronológica para mostrar o percurso do design, com seus principais movimentos, “de maneira a passar uma mensagem de evolução, com utilização de tipografia, inserção de imagens e, finalmente, a chegada da computação gráfica”.

Confira abaixo as fotos de que já nadou passando pelo badalo-cabeça (Fotos: Cristina Granato / Divulgação)

1 Exposição Cartazes Metrô NYExposição Cartazes Metrô NY no Instituto Tom Jobim, RJ

2Público confere a mostra “Undergournd Images” no Instituto Tom Jobim, RJ

Ana Fortes e Daniela NovaesAna Fortes, coordenadora geral e diretora de criação e Daniela Novaes, Head da SVA para a América Latina

Ayssa Bastos e Regina Vieira de MelloAyssa Bastos e Regina Vieira de Mello

Barbara Faissal e Rina MazzocchiBarbara Faissal e Rina Mazzocchi

Bebeta e seu pai Ricardo RiqueBebeta e seu pai Ricardo Rique

Bruno LemgruberAna Fortes posa ao lado de Bruno Lemgruber

Marco Antônio AmaroMarco Antônio Amaro e Ana Fortes

Milton MontenegroA curadora e Milton Montenegro

Georgina Stanec, Elisa Padilha e Ana FortesGeorgina Stanec, Elisa Padilha e Ana Fortes

Marcos KuzkaMarcos Kuzka e Ana Fortes

Silvia MacheteAna Fortes e Silvia Machete

Thiago PradoAna Fortes e Thiago Prado

Viktor Cohen, Ana Fortes, Sem DevillartOs designers Viktor Cohen e Sem Devillart ladeiam Ana Fortes

Ana Forte e Ricardo LeiteAna Fortes posa ao lado do mestre Ricardo Leite, ás do design gráfico no Brasil

Dileny Campos e Marcos AltbergDileny Campos e Marcos Altberg

Jair de Souza e Leila HipólitoJair de Souza e Leila Hipólito

José Duclerc e Ana OliveiraJosé Duclerc e Ana Oliveira

Juliana Stavale e Fernando ContinentinoJuliana Stavale e Fernando Continentino

Marcos Prado e Talitha RossiMarcos Prado e Talitha Rossi

O casal Paulo Jobim e EllianeO casal Paulo Jobim e Elliane

Olivia Fortes , Gabriela Silva e Alice FaissalOlivia Fortes, Gabriela Silva e Alice Faissal

Marcos Saboya e Ira EtzMarcos Saboya e Ira Etz

Suzana Lacevitz e Marcos HermesSuzana Lacevitz e Marcos Hermes

Artistas gráficos com trabalhos apresentados na expo:

Gail Anderson, Marshall Arisman, Gene Case, Ivan Chermayeff, Paul Davis, Sal De Vito, Louise Fili, Audrey Flack, Nathan Fox, Bob Gill, Robert Giusti, Milton Glaser, Phil Hays, Steven Heller, Mirko Ilić, Viktor Koen, Stephen Kroninger, Marvin Mattelson, Clay Patrick McBride, James McMullan, Jerry Moriarty, Tony Palladino, Stefan Sagmeister, David Sandlin, Paula Scher, Eve Sonneman, George Tscherny, James Victore e Robert Weaver.

Serviço:

Underground Images

Instituto Tom Jobim – Rua Jardim Botânico, 1008

Visitação: até 8 de dezembro

Entrada franca

www.sva.edu

* Nascido na cidade imperial de Petrópolis, o pianista amador ganhou o mundo ainda adolescente quando fez intercâmbio nos Estados Unidos. Nessa época sua terceira visão despertou e o moço se entregou ao budismo tibetano. Pura estratégia para dominar a vaidade interior. Estudou comissaria de bordo, mas preferiu o jornalismo e, hoje, entre retiros espirituais com rinpoches, encontros com lamas e entrevistas espevitadas, o sagitariano usa sua vocação para o tietismo como contraponto à eterna busca do santo nirvana.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.