*Por Lucas Montedonio

Hemingway sempre afirmou que Paris era uma festa. Se tivesse vivido no Rio de 2016, certamente ele traria esse conceito para a Cidade Maravilha, considerando carnaval, Olimpíada, Paralimpíada e todos os eventos que tomaram conta da urbe neste ano. Agora, as festas de final de ano se aproximando, é possível recuperar o gás perdido nas últimas semanas com Temer, Renan e sua patota. Por isso, para renovar a alma e começar os trabalhos em 2017 com o pé direito, a Printing acaba de lançar três modelos em edição super limitada. Trata-se da coleção “White” composta por vestidos em chiffon de seda com lurex dourado, quimono de crepe com bordado, maxivestido em renda e laise de algodão e um modelo especial em georgette de seda, todo bordado em mini cristais brancos e irisados. Puro luxo!

11

Feitos a mão: texturas desenvolvidas através de bordados de pedrarias e cristais, aplicações e devorês de seda são a característica principal da grife (Foto: Divulgação)

2

Betina Nagel, da Mega Models, foi a modelo produzida por Paulo Raic para exibir os vestidos perfeitos para a noite de 31 de dezembro, prezando pelo conforto e elegância (Foto: Divulgação)

Em tempo: a marca fundada por Márcia Queiroz já lançou uma coleção resort com maiôs, biquínis e saídas de praia perfeitinha para o verão. Todas as peças trazem fluidez e modelagem pensada em oferecer conforto para a mulher que deseja se sentir bela à beira-mar. Ausente das passarelas ultimamente, a grife anda fazendo fala nas semanas de moda…

Ficou com gostinho de quero mais? É só dar play no vídeo:

Serviço:

Printing – www.printing.art.br / @printingoficial

Loja em São Paulo:
Rua Peixoto Gomide, 1881 / Jardins
Tel.: (11) 3578-3045

Loja Belo Horizonte:
Rua Bernardo Guimarães, 787 / Funcionários
Tel.: (31) 3261-4958

* Nascido na cidade imperial de Petrópolis, o pianista amador ganhou o mundo ainda adolescente quando fez intercâmbio nos Estados Unidos. Nessa época sua terceira visão despertou e o moço se entregou ao budismo tibetano. Pura estratégia para dominar a vaidade interior. Estudou comissaria de bordo, mas preferiu o jornalismo e, hoje, entre retiros espirituais com rinpoches, encontros com lamas e entrevistas espevitadas, o sagitariano usa sua vocação para o tietismo como contraponto à eterna busca do santo nirvana.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.